top of page

SEC vai decidir sobre ETFs de Bitcoin da BlackRock e de outras gestoras nesta semana

16/10/2023

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) dos Estados Unidos vem postergando a decisão em relação a um ETF (Fundo de Investimento em Índice) de Bitcoin à vista. Contudo, esta semana pode marcar a tão aguardada definição que tanto emissoras de fundos quanto a indústria de criptomoedas têm ansiado.


As perspectivas de aprovação de outros ETFs ganharam força após uma decisão recente da CVM dos EUA em 13 de outubro, quando optou por não contestar uma sentença judicial que considerou injustificável a recusa da Grayscale Investments em obter um ETF de Bitcoin à vista. Segundo analistas influentes no mercado de criptomoedas, tal deliberação pode abrir precedentes para outras gestoras de ativos, como BlackRock, Fidelity e Invesco, que têm apresentado pedidos similares, aguardando análise da CVM para ETFs de Bitcoin à vista, aumentando suas chances de aprovação.


Até o fechamento desta edição, permanecia incerto se a CVM decidiria ou adiaria deliberações referentes a outros fundos de Bitcoin propostos por empresas como BlackRock, Fidelity, Invesco, Bitwise, VanEck, WisdomTree e Valkyrie. Os prazos para próximas decisões ou adiamentos a respeito dessas propostas estão previstos entre 16 e 19 de outubro, com a data final máxima estabelecida para meados de março de 2024.


A principal expectativa reside na possibilidade de que, se aprovados, os ETFs de Bitcoin possam ampliar a aceitação da criptomoeda, inclusive entre investidores conservadores. A entrada de instituições financeiras respeitáveis, como BlackRock e Fidelity, nesse mercado conferiria maior legitimidade ao setor de criptomoedas, potencialmente atraindo um maior número de instituições financeiras e investidores institucionais para o mercado de ativos digitais, fomentando, assim, confiança e aceitação generalizada.

20 views0 comments

Comments


bottom of page