top of page

O CEO da BlackRock, disse que os criptoativos desempenharão um papel semelhante ao do ouro

16/10/2023

Na última segunda-feira, Larry Fink, CEO da BlackRock, a maior gestora de ativos do mundo, fez uma observação pertinente sobre a alta no preço do Bitcoin, que teve sua ascensão desencadeada por uma notícia falsa relacionada à aprovação de um ETF à vista. Fink destacou esse episódio como um exemplo do "interesse reprimido por criptomoedas", em meio a um cenário de crescente atenção e especulação em torno desse ativo digital.


O preço do Bitcoin disparou, alcançando quase a marca de US$30.000 nas primeiras horas do dia, depois que o portal Cointelegraph divulgou uma notícia afirmando que o ETF BlackRock proposto havia recebido luz verde da Comissão de Valores Mobiliários. Entretanto, a publicação foi retirada posteriormente, e o Cointelegraph emitiu um pedido de desculpas pelo que classificou como "um tweet que disseminou informações imprecisas".


Embora o Bitcoin tenha experimentado uma queda após a revelação de que a notícia era falsa, a maior criptomoeda do mundo em termos de capitalização de mercado conseguiu manter alguns ganhos, encerrando o dia com uma valorização de 4,8%, chegando a US$28.505. Foi nesse momento que Larry Fink, em sua qualidade de CEO da BlackRock, se pronunciou sobre o acontecimento e compartilhou uma opinião controversa sobre o Bitcoin.


"Parte dessa valorização vai além dos rumores", afirmou Fink em uma entrevista concedida à emissora Fox Business. "Acredito que o rali de hoje se deve a uma busca por ativos seguros, dada a atual incerteza em torno de conflitos como o israelense e o terrorismo global. Há uma crescente migração para ativos de refúgio, seja em títulos do Tesouro, ouro ou criptoativos, dependendo da perspectiva adotada. E, em minha visão, as criptomoedas desempenham um papel importante como refúgio de valor."


A semana atual se reveste de extrema importância para os mercados, uma vez que a SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos) está prestes a tomar decisões cruciais a respeito de outros fundos de Bitcoin propostos por empresas renomadas, tais como BlackRock, Fidelity, Invesco, Bitwise, VanEck, WisdomTree e Valkyrie. Os prazos para as próximas deliberações ou adiamentos referentes a essas propostas estão previstos entre os dias 16 e 19 de outubro, com a data limite fixada para meados de março de 2024. Este é um momento de grande expectativa para os entusiastas das criptomoedas e investidores atentos aos movimentos do mercado financeiro.

4 views0 comments

Comments


bottom of page