Search

Gerenciamento de Portfólio de Ativos

fonte: https://www.investopedia.com/terms/p/portfoliomanagement.asp

Tradução: João Pedro Pantojo


O que é Gerenciamento de Portfólio?


É a ciência de supervisionar um grupo de investimentos que atendam aos objetivos financeiros de longo prazo do cliente. Também serve para sinalizar a tolerância ao risco do próprio usuário, empresa ou instituição.



Pontos principais

  • O gerenciamento de portfólio envolve a ideia de uma seleção de investimentos que estão ligados à construção de metas financeiras a longo prazo, e a supervisão de to


lerância ao risco do investidor.

  • O gerenciamento ativo de portfólio se dá pela incessante compra e venda estratégica de ativos e outras ações a fim de vencer o mercado ou um índice mais amplo.


Entendendo o Gerenciamento de Portfólio

O procedimento de gestão de portfólio pode ser feito por gerentes de portfólio profissionais licenciados em colaboração com os clientes ou pelo próprio indivíduo que o decidir fazer. Em a


mbos os casos, o objetivo final é o mesmo: maximizar o retorno esperado dos investimentos (dentro do nível adequado de exposição ao risco).

O Gerenciamento de Portfólio tem a capacidade de destacar os pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças em todo meio de investimentos.


Quais são os elementos chave para o Gerenciamento de Portfólio?

São eles: a alocação de ativos, a diversificação e o reequilíbrio.


Alocação de ativos


A alocação de ativos é um dos elementos principais para as estratégias de investimento. Consiste em uma


estratégia que visa a combinação dos ativos a serem mantidos no portfólio. Essa ação tem como intuito buscar um equilíbrio ideal entre risco e retorno para as suas estratégias.

A alocação de ativos envolve a escolha dos pesos adequados de diferentes classes de ativos que farão parte do portfólio. Ações, títulos e dinheiro são as classes de ativos mais comuns. Ponto imp


ortante é que dentro de cada ativo podem existir classes de subativos que também atuam em conjunto na alocação de portfólios.


Obs: O que é seleção de segurança? A seleção de segurança ou título visa o processo de identificação de tal título dentro de uma determinada classe de ativos, que irão fazer parte da carteira


Diversificação

Para se ter uma gestão de portfólio eficaz é preciso uma combinação de ativos de longo prazo.


A diversificação é uma estratégia de gerenciamento de risco que consiste numa ampla variedade de investimentos diversos dentro do portfólio.

Como diferentes tipos de ativos não se movem em conjunto, a combinação destes ativos fornece um melhor equilíbrio e ajuda a proteger contra riscos. A ideia é que o desempenho positivo de uma área do portfólio supere os negativos da outra.

Um portfólio construído com diferentes tipos de ativo produzirá, em média, retornos de longo prazo mais altos e com isso reduzirá o risco de qualquer título individual.

A diversificação se baseia em possuir diversos ativos e classes de ativos que não estão fortemente correlacionados uns aos outros. Isso fornece uma “almofada” para o seu portfólio, pois caso uma classe de ativos caia, as outras classes poderão se manter ou subir. A matemática financeira mostra que essa ação pode aumentar o retorno geral do portfólio, e ao mesmo tempo diminuir o seu risco.




Rebalanceamento

O rebalanceamento ou reequilíbrio está ligado à ação de retorno dos valores das alocações de ativos. Este processo está vinculado a uma carteira definida pelo plano de investimento

Os valores dos ativos dependem do desempenho do mercado, que podem mudar a qualquer momento. A def


inição de reequilíbrio, nesse contexto, está em comprar e vender ativos em um portfólio para recuperar e/ou manter o nível percentual original ou desejado de cada ativo..

Em uma situação hipotética, na qual o preço das ações subam durante determinado período de tempo, o investidor poderá decidir comprar índices/títulos a fim de realinhar as porcentagens de volta à alocação original.


Gerenciamento de portfólio ativo e passivo, qual é o significado de cada um?

A gestão de portfólio pod


e ser de natureza passiva ou ativa.


O gerenciamento ativo de portfólio visa uma estratégia para compra e venda de ações com o objetivo de superar um índice específico. Existem exemplos como: Standard & Poor’s 500 Index ou o Russell 1000 index.

Nesse sentido, a equipe de gestão tem papel fundamental no sucesso do gerenciamento, juntamente com pesquisa


s aprofundadas e previsões de mercado.

Os dados sobre tendência no mercado, mudanças na economia ou cenário político, entre outros, são usados para ajustar precisamente a compra e venda de ativos.


O gerenciamento passivo de portfólio (também conhecido como gestão de fundo de índices) é uma estratégia a longo prazo, em que a ideia está ligada em fazer o investimento em fundos de índices. Essa ação ajuda a otimizar o mix (combinação de ativos diversos).

Em comparação à gestão ativa, não existe uma equipe para tomar decisões de investimentos. A estruturação se dá em um fundo mútuo ou fundo de investimento unitário. Na metodologia passiva, cada ação listada em um índice é ponderada, ou seja, representa uma porcentagem do índi


ce proporcional ao seu tamanho.

Logicamente, por se tratar de um gerenciamento que não age de forma proativa, as taxas de administração avaliadas na carteira são muito mais baixas do que nas estratégias de gerenciamento ativo. O ponto positivo é que os fundos do índice são mais fáceis de entender.


A principal diferença en


tre eles, é que enquanto a gestão passiva visa replicar o retorno de determinado índ


ice de mercado em uma estratégia de longo prazo, a gestão ativa busca superar este desempenho do índice vendendo ações individuais ou não, ativamente.

Enquanto uma espera o resultado das ações futuras visando replicar seu retorno, a outra se joga incessantemente no mercado através da proatividade a fim de maximizar seu retorno.



36 views0 comments

Recent Posts

See All